Como fazer a Gestão da Criatividade na sua empresa?

Insights
Por Kézia Renata Rodrigues da Silva - Consultora de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação do Senai 
Imagem sobre Como fazer a Gestão da Criatividade na sua empresa?

Um grande desafio corporativo é a gestão da criatividade. Ao mesmo tempo que as empresas esperam que seus funcionários tenham capacidade de criar e executar novas ideias, também precisam administrar um grande número de variáveis comportamentais, sociais e organizacionaisque são verdadeiras barreiras para o surgimento de um ambiente propício à criatividade. 

Como promover uma estrutura organizacional que impulsione a criatividade dos indivíduos? 

  • Estimule a produção de ideias – As inovações surgem de ideias e as ideias virão de pessoas. Crie um programa ou processo, ou mesmo o hábito de estimular o registro das ideias de seus funcionários. Encoraje a anotação ou compartilhamento das ideias mais malucas. Nessa primeira fase quanto mais ideias, melhor! 
  • Apoie a experimentação – Crie espaços para que os funcionários não só expressem com liberdade suas opiniões e ideias, mas também possam testá-las e desenvolvam tolerância ao fracasso, assumam riscos e criem meios de minimizá-los. 
  • Defina as ideias prioritárias e dê devolutivas a todos – Depois de levantar um grande volume de ideias, experimentar e aprender com os primeiros testes, é o momento de analisar quais serão as ideias mais viáveis e prioritárias. Para isso, é essencial ter critérios de seleção alinhados à estratégia do seu negócio. Após a priorização, garanta que todos os proponentes serão comunicados quanto à implementação ou não da ideia, bem como a justificativa da decisão. Os critérios de seleção deverão fazer parte das devolutivas, tornando assim o processo mais transparente e as justificativas mais eficazes. 
  • Ofereça suporte e infraestrutura– Para que as ideias de fato sejam implementadas, é preciso definir e garantir os recursos humanos, financeiros, de infraestrutura e tecnológicos necessários. Aquialém da aquisição direta, sua empresa pode buscar parcerias externas para diminuir seus custos e até mesmo minimizar alguns riscos de desenvolvimento. É importante ser flexível e estimular a colaboração. 
  • Acompanhe a implementação das ideias– Defina quais serão os métodos e ciclos de acompanhamento a fim de não apenas controlar prazos, custos, qualidade, integrações entre as áreas, mas também estimular a interação entre as partes interessadas. 
  • Reconheça o esforço dos envolvidos e registre os aprendizados– Separe um momento para refletir sobre todo o processo, revisar etapas, ferramentas, registrar as lições aprendidas e reconhecer a participação dos funcionários envolvidos em todo o processo. O reconhecimento deve ser compatível com a cultura da empresa e sempre associado ao desempenho e comportamento desejados pela entidade. Reconhecer a participação e esforço dos indivíduos é uma ação essencial para promover e estimular a continuidade do pensamento criativo. 

Caso você precise de apoio, o Senai Paraná oferece palestras, workshops e consultorias com o objetivo de apoiar sua empresa para o desenvolvimento de competências para a criatividade e, também, na implementação de programas de ideias. Juntos podemos trabalhar ativamente para criar e implantar processos mais efetivos para a Gestão da Criatividade.