Senai amplia prazo para empresas aderirem ao programa de Residência em tecnologia BIM

Nenhum
Programa vai capacitar profissionais e contará com a participação de empresas parceiras
Imagem sobre Senai amplia prazo para empresas aderirem ao programa de Residência em tecnologia BIM

Foi prorrogado o prazo para a seleção de empresas que queiram participar como patrocinadoras do programa de Residência em BIM (Building Information Modeling), que será ofertado pelo Sistema Fiep, por meio do Instituto Senai de Tecnologia em Construção Civil. Com isso, as empresas terão até o dia 11 de setembro para se inscrever. Já o processo seletivo para os residentes acontecerá entre os dias 21 de setembro e 16 de outubro, por meio de captação e triagem de currículos, seguidas por entrevistas com os candidatos. A Residência em BIM é voltada a profissionais das áreas de AEC (Arquitetura, Engenharia e Construção) e tem como objetivo a capacitação dos residentes para atender a demandas da indústria da construção civil, bem como propor novas soluções para o setor.

O programa de Residência em BIM prevê atividades teóricas e práticas, com aplicação direta em projetos das empresas parceiras, contando com a mentoria de consultores do Senai. Podem participar startups, micros, pequenas e médias empresas privadas, com diferentes níveis de maturidade em relação à adoção da tecnologia BIM. A metodologia de trabalho permite realizar provas de conceito da aplicação da tecnologia de maneira adaptada à realidade de cada negócio. “Desta forma, seguimos o nosso propósito de dar todo o apoio às indústrias paranaenses, capacitando profissionais para atender às suas necessidades, além de oferecer novas soluções aplicáveis à produção industrial”, comenta Fabrício Lopes, gerente executivo de Tecnologia e Inovação do Sistema Fiep.

A tecnologia BIM é considerada uma grande aliada na elaboração de projetos para construção, por oferecer uma simulação do ambiente construído, aliada à simulação de custos, cronograma de execução, entre outras possibilidades. De acordo com Letícia da Costa Gonçalves, coordenadora do Instituto Senai de Tecnologia em Construção Civil, o BIM está apoiado em três pilares: tecnologias, processos e pessoas. “O primeiro já é atendido por uma grande gama de softwares e ferramentas disponíveis no mercado para aquisição; para o segundo, conseguimos oferecer suporte por meio de consultorias personalizadas. No entanto, ainda sentíamos que a indústria da construção civil necessitava desenvolver o terceiro pilar: pessoas. Por isso, tivemos a ideia desse programa de Residência”, explica Letícia.

Confira aqui o edital completo da Residência em BIM.