Pulseira inteligente vai monitorar saúde de colaboradores das indústrias

CASES
A TRUE WORK, empresa acelerada pelo Sistema Fiep, teve o projeto aprovado em edital da Finep e terá apoio do Senai para aprimorar a tecnologia
Imagem sobre Pulseira inteligente vai monitorar saúde de colaboradores das indústrias

Uma pulseira inteligente que mede temperatura corporal, batimento cardíaco, SPO2 e pressão arterial, vai auxiliar as indústrias a monitorarem a saúde de seus colaboradores em tempos de COVID-19. Nomeado “Plataforma IoT para SST (Segurança e Saúde no Trabalho)”, o projeto que está sendo desenvolvido pela TRUE WORK foi aprovado pela Finep e será executado nos próximos 6 meses com apoio do Instituto Senai de Tecnologia da Informação e Comunicação (IST TIC). A Solução visa inicialmente monitorar os sinais vitais para detectar os sintomas iniciais da COVID-19 no ambiente do trabalho, mas amplia a possibilidade de uso da tecnologia para realizar os cuidados de saúde dos trabalhadores. “O Senai é ator ativo no cenário de inovação brasileiro. Já apoiamos a TRUE WORK com a Aceleradora Sistema Fiep e, no caso deste projeto, o Senai tem infraestrutura, capital intelectual e experiência para o desenvolvimento do dispositivo”, explica Fabrício Lopes, gerente executivo de Inovação e Tecnologia do Sistema Fiep.

Nas empresas que adotarem a “Plataforma IoT para SST”, os colaboradores usarão pulseiras digitais para monitorar sinais vitais, conectadas à internet. O monitoramento online irá avaliar sinais de febre ou déficit respiratório, identificando a presença de sintomas correlatos a COVID-19 ainda no momento inicial. “O Instituto Senai irá apoiar a TRUE WORK a desenvolver uma Plataforma de Saúde e Segurança no Trabalho com tecnologias de Internet das Coisas, como foco em uma solução de combate e prevenção do COVID-19 através do monitoramento de sinais vitais”, explica Edenilson Rodrigues Burity, gerente da Fábrica de Software do IST TIC.

“Na TRUE WORK, entendemos que este projeto tem um apelo inicial durante a pandemia, mas poderá ser usado posteriormente para acompanhar a saúde dos trabalhadores. Com essa tecnologia, será possível, por exemplo, identificar funcionários com histórico recente de hipertensão arterial e bloquear permissões de trabalho em situações que o quadro possa representar risco de acidente de trabalho. Desta forma, o projeto pretende ser um avanço para gestão de saúde 4.0”, explica Adriano Fávaro, sócio-fundador da TRUE WORK.

Sobre o Instituto Senai de Tecnologia da Informação e Comunicação

Equipado com laboratórios e equipamentos de última geração, o Instituto Senai de Tecnologia da Informação e Comunicação colabora para a digitalização das indústrias brasileiras, atendendo empresas de todos os portes. Localizado na cidade de Londrina, presta serviços para indústrias de todo o país. Os serviços prestados são voltados às temáticas de Sistemas Embarcados (software e hardware), Automação - IoT (Internet das Coisas), Indústria 4.0, Engenharia de Software e Cyber Security.

O Instituto é homologado pela SOFTEX (Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro) como entidade implementadora da Melhoria de Processo do Software Brasileiro - MPS.Br e credenciado pelo MCTI (Ministério Ciência Tecnologia e Inovação) para atendimento no Âmbito da Lei de Informática. Isso confirma a competência da equipe qualificada, apta para atender as necessidades da indústria e especializada na prestação de serviços técnicos de consultoria e auditoria. Para saber mais acesse: http://bit.ly/ist-tic

Sobre a TRUEWORK

A TRUEWORK é uma startup paranaense acelerada pela Aceleradora do Sistema Fiep. Desenvolve soluções de IoT (internet das coisas) para clientes no setor de alimentos, higiene, petroquímico e óleo & gás. Conheça mais aqui: http://www.truework.com.br/.