Envie para seus amigos

Verifique os campos abaixo!






Comunicar Erro

Verifique os campos abaixo!




OPORTUNIDADE05/06/2017

Estão abertas as matrículas para os cursos técnicos do Senai no Paraná

São mais de 3.500 vagas em 27 cursos de 32 praças de todo o estado. As aulas começam em 17 de julho

Já estão abertas em todo o Paraná as matrículas para os cursos técnicos do segundo semestre de 2017 do Senai. São 27 cursos oferecidos em 37 unidades em todo o estado, presentes em 32 municípios, incluindo Curitiba, cidades da Região Metropolitana e Litoral. Em todo o estado, são cerca de 3.500 vagas.

Em Curitiba os cursos estão disponíveis em quatro unidades: Boqueirão (Administração e Manutenção Automotiva), Campus da Indústria (Edificações e Manutenção e Suporte a Informática), Cidade Industrial de Curitiba (Biotecnologia, Controle Ambiental, Eletrônica, Eletrotécnica, Mecânica, Mecatrônica e Química) e Portão (Informática, Logística e Segurança do Trabalho).

Na Região Metropolitana, há vagas em Araucária (Eletromecânica), Campo Largo (Administração, Mecânica e Eletrotécnica), Pinhais (Mecânica), Rio Branco do Sul (Eletromecânica), Rio Negro (Informática, Segurança do Trabalho e Logística) e São José dos Pinhais (unidade Afonso Pena – Mecânica) e Costeira – Administração, Qualidade e Eletromecânica). Já em Paranaguá, os cursos oferecidos são Eletromecânica, Eletrotécnica e Segurança do Trabalho.

As matrículas vão até 17 de julho e são efetivadas nas unidades Senai que ofertam os cursos. Conheça os cursos técnicos do Senai no Paraná e veja que documentos você deve levar na hora da matrícula.



Conheça os cursos de cada região:

Campos Gerais

Somente em Ponta Grossa são 120 vagas nos cursos de Automação Industrial, Eletromecânica, Manutenção Automotiva e Qualidade. Em Guarapuava as 90 vagas estão distribuídas nos cursos de Eletrotécnica, Eletromecânica e Celulose e Papel.  Em Jaguariaíva as opções são Automação Industrial, Eletrotécnica e Mecânica (105 vagas no total), em Telêmaco Borba, há 160 vagas nos cursos de Automação Industrial, Celulose e Papel, Eletrotécnica e Mecânica, em União da Vitória são 70 vagas ao todo para Administração e Eletrotécnica e em Irati, a oferta é de 25 vagas no curso de Logística.

Região Norte

Em Londrina são 640 vagas nos cursos de Administração, Automação Industrial, Biotecnologia, Eletromecânica, Eletrotécnica, Informática, Manutenção Automotiva, Redes de Computadores e Vestuário. Já em Apucarana há vagas para os cursos de Eletrônica e Eletrotécnica (70), em Arapongas para os de Design de Móveis, Logística e Móveis (105), e em Santo Antônio da Platina, Eletrotécnica (30).

Região Nordeste

Em Maringá há 270 vagas para os cursos de Biotecnologia, Edificações, Eletrotécnica, Eletrônica, Eletromecânica, Mecatrônica, Programação de Jogos Digitais e Informática; em Campo Mourão para Automação Industrial (35); em Cianorte para Eletrotécnica (21) e em Paranavaí para Eletrotécnica (36). No total, são mais de 360 vagas disponíveis na região.

Regiões Oeste e Sudoeste

Em Ampére há vagas para o curso de Segurança do Trabalho, em Foz do Iguaçu para Eletromecânica e Segurança do Trabalho, em Francisco Beltrão para Automação Industrial, em Marechal Cândido Rondon para Qualidade e Eletromecânica, em Palmas para Eletromecânica e Segurança do Trabalho, em Pato Branco para Eletrônica e em Toledo para Alimentos, Automação Industrial, Eletromecânica, Logística e Refrigeração e Climatização. No total, são 475 vagas nas regiões.

As matrículas, que podem ser realizadas até 17 de julho, mesma data de início das aulas, são realizadas nas próprias unidades do Senai onde serão ministrados os cursos e não há testes seletivos para ocupar as vagas. Para se matricular, é preciso estar cursando ou ter concluído o Ensino Médio. A relação completa dos documentos necessários para a matrícula está disponível no edital, na página do Senai Paraná na internet.

Há demanda

Na Alemanha – país com a mais baixa taxa de desemprego entre jovens – 51,5% optam pela educação profissional. No segundo país com a menor taxa de desemprego entre jovens, a Áustria, 78,6% deles fazem esta escolha. Já no Brasil, onde a taxa de desemprego entre os 18 e os 24 anos chegou a 25,9% no final de 2016, apenas 11% fazem a opção.

No ano passado, o Senai divulgou o estudo inédito Mapa do Trabalho Industrial, que previu a demanda dos postos de trabalho na indústria de 2017 a 2020. De acordo com o estudo, nos próximos três anos, o Brasil precisará qualificar 13 milhões de profissionais para atuarem na indústria. Somente no Paraná serão necessários 920 mil trabalhadores em profissões industriais com nível técnico.

As áreas com maior demanda por técnicos entre 2017 a 2020 no Paraná serão: Meio ambiente e produção (27.027 vagas), Metalmecânica (20.683), Energia (17.277), Tecnologias de Informação e Comunicação (14.621) e Construção (13.901). “Os cursos técnicos do Senai são uma porta de entrada para o mercado de trabalho”, afirma Giovana Chimentão Punhagui, gerente de educação do Sistema Fiep. “Com as informações do Mapa Trabalho Industrial, o estudante pode aliar sua vocação com a demanda do mercado, o que pode ser um bom impulso à iniciação profissional”, completa.

CONHEÇA OS CURSOS

Senai   Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Paraná)   Direitos Reservados
Av. Cândido de Abreu, 200   Centro Cívico   80530-902   Curitiba   PR