• HOME
  • >
  • Notícias
  • >
  • Sabe qual a profissão do futuro? Técnico da indústria! Saiba mais

Envie para seus amigos

Verifique os campos abaixo!






Comunicar Erro

Verifique os campos abaixo!




INDÚSTRIA 4.003/04/2018

Sabe qual a profissão do futuro? Técnico da indústria! Saiba mais

Mudanças trazidas pela Indústria 4.0 exigem novos perfis profissionais. Domínio de novas tecnologias é característica essencial



indústria brasileira passa por um momento especial. A chegada de novas tecnologias aos processos fabris tem aproximado o país da quarta revolução industrial - a Indústria 4.0. O movimento, que já pode ser notado com mais força em países como Estados Unidos, China e Japão, transforma os processos dentro dos negócios: o foco é em maior produtividade, mais eficiência e resultados mais competitivos.

A Indústria 4.0 afeta diretamente o perfil profissional dos trabalhadores brasileiros, como explica Filipe Cassapo, gerente de Inovação do Sistema Fiep. "São profissionais com mais habilidade para uso de tecnologias digitais nos processos industriais. Entre elas, podemos citar a conversão de informações da indústria em dados digitais, a inteligência de uso desse acervo por meio de nuvem e as ferramentas de inteligência artificial e realidade aumentada, entre outros", cita Cassapo.

O papel dos profissionais técnicos na Indústria 4.0

Domínio de toda a parte técnica industrial, combinado à capacidade de compreender e utilizar tecnologias digitais para otimização de processos. Este é o perfil do profissional da Indústria 4.0. para Filipe Cassapo, a preparação para atender o novo cenário industrial começa já. Os cursos técnicos semipresenciais do Senai, por exemplo, são focados no dia a dia real das indústrias. Além do foco na produtividade, a chegada das tecnologias aos processos de produção também aumenta a necessidade de profissionais com outros conhecimentos, como explica Cassapo. "Com as informações armazenadas em ambientes em nuvem é natural que cresça a demanda por profissionais técnicos habilitados a gerir processos que envolvam novas tecnologias. A tendência é que pontos como segurança de dados sejam uma preocupação cada vez maior das indústrias, com a criação de áreas de negócios específicas para gerir dados, analisá-los e fazer a manutenção das ferramentas e plataformas com foco em segurança e produtividade".

Manufatura virtual também é tendência nas indústrias



Outra tendência apontada por Cassapo é a virtualização de processos de manufatura, que passam a ser executados por máquinas e softwares específicos da indústria. "Nestes processos, os profissionais precisam conhecer padrões de dados, manutenção preventiva e a própria operação dos ciclos produtivos tecnológicos", destaca.

O gerente de Inovação do Sistema Fiep conta que, na contramão das especulações sobre a indústria do futuro, a tecnologia vai agregar mais produtividade e colocar no mercado profissionais com alto grau de domínio sobre tudo o que envolve a Indústria 4.0. "Haverá demanda de profissionais com capacidade empreendedora, que buscam soluções para agregar mais valor aos negócios. São pessoas que conhecem e conversam com as máquinas, colaborativas e abertas à inovação. Quem estiver preparado para este momento vai encontrar inúmeras oportunidades de crescimento na indústria", encerra.

Cinco tendências profissionais da Indústria 4.0

Veja cinco tendências profissionais para a nova indústria, de acordo com Filipe Cassapo.

  • Profissionais de tecnologia: análise de dados, segurança digital, domínio de softwares.
  • Profissionais de manutenção preventiva de máquinas e softwares.
  • Profissionais especialistas em novas tecnologias: realidade aumentada, virtualização de processos.
  • Profissionais com formação técnica focada em empreendedorismo e inovação.
  • Profissionais com habilidades de gestão de processos digitais.

Prepare-se -para a Indústria 4.0. Clique aqui e conheça os cursos técnicos semipresenciais do Senai no Paraná ou entre em contato para saber mais. Os cursos são desenvolvidos para atender às principais demandas da indústria: 80% das aulas são online e 20% são presenciais, realizadas nos laboratórios do Senai com foco em aprendizagem e solução de problemas reais do setor industrial.

Conteúdo do G1 Paraná https://goo.gl/psBs18

Senai   Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Paraná)   Direitos Reservados
Av. Cândido de Abreu, 200   Centro Cívico   80530-902   Curitiba   PR