• HOME
  • >
  • Notícias
  • >
  • Aluna do curso técnico em química do Senai representará o Paraná na WorldSkills

Envie para seus amigos

Verifique os campos abaixo!






Comunicar Erro

Verifique os campos abaixo!




COMPETIÇÃO INTERNACIONAL27/07/2017

Aluna do curso técnico em química do Senai representará o Paraná na WorldSkills

Em Abu-Dhabi, Louise dos Santos Desiderio simulará o dia a dia de uma estação de tratamento de água durante a maior competição de educação profissional do mundo

Realizada a cada dois anos desde 1950, a WorldSkills Competition é a maior competição de educação profissional do mundo. Neste ano, acontecerá entre os dias 14 a 19 de outubro em Abu-Dhabi, nos Emirados Árabes. Estudantes com menos de 23 anos, de 77 países, demonstrarão suas habilidades executando desafios específicos em 50 ocupações técnicas.

Alunos do Senai de todo o Brasil vencedores da Olimpíada do Conhecimento, evento nacional que acontece também a cada dois anos, representarão o país na etapa internacional. O Paraná estará presente por meio da aluna do curso técnico em química Louise dos Santos Desiderio e pelo docente Rodrigo Zawadzki, ambos da unidade CIC, na ocupação de Tecnologia da Água (Water Technology).

Diferentemente dos competidores das outras categorias, Louise não participou das etapas estadual e nacional. “A ocupação Water Technology é nova”, explica Rodrigo. “Ela aconteceu em 2015 com o nome de Aquatronics em status de exibição, ou seja, fora da competição”, completa, enfatizando que o Senai no Paraná ficou em 1º lugar. Agora oficial, a modalidade simula o dia a dia de uma estação de tratamento de água e esgoto.

Para ir direto para a etapa internacional e concorrer com participantes de outros cinco países (África do Sul, Alemanha, Irã, Rússia e Singapura), Louise passou por um processo seletivo em março, no qual os professores selecionaram os quatro melhores alunos do curso, que passaram por uma entrevista e, os dois finalistas, por uma prova. Desde abril, ela treina de segunda a sexta durante 8 horas diárias, pois além de seus conhecimentos em química, precisará dominar conceitos de automação, manutenção e eletrônica. Para isso, ela e Rodrigo contam com bolsas do Senai Nacional.

Louise, que está no 3º período do curso, conta que não conhecia a competição mundial, até o professor apresenta-la à turma. “Me chamou a atenção o fato de possibilitar ao competidor a conhecer outros países e outras culturas”, afirma.

Próximos passos

Hoje, o treinamento é baseado no conteúdo básico que envolve uma estação de tratamento de água (sistemas clássicos de tratamento de esgoto, eletrônica digital e analógica, montagem e desmontagem de equipamentos, etc). Em julho, todos os competidores da categoria terão acesso a prova, que em Abu-Dhabi será realizada em quatro dias. No entanto, dois dias antes de a competição começar, os experts dos seis países mudarão 30% da prova, para que não perca a imprevisibilidade. “Eu estou indo muito focada em toda a experiência e no meu tempo de reação a essas mudanças na prova”, afirma Louise.

Um dos objetivos principais da Worldskills é promover a educação profissional como instrumento de transformação socioeconômica. Rodrigo ressalta que com o curso técnico em química, Louise estaria habilitada a trabalhar em qualquer indústria. “Com o treinamento para a competição ela ganhou uma especialização e terminará o curso pronta para trabalhar em uma estação de tratamento de água”, diz.

Senai   Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Paraná)   Direitos Reservados
Av. Cândido de Abreu, 200   Centro Cívico   80530-902   Curitiba   PR